quarta-feira, 22 de abril de 2009

FILME: Austrália....

o casal

o aborígene






Desnecessariamente longo.
Quase 3 horas de filme...
me cansou tanto que não restaram energias para escrever sobre...
Adoro Nicole Kidman,
Hugh Jackman é realmente sexy (comentário tipico de neuronios cansados senão inexistentes ...rs...)
mas quem emociona é Brandon Walters (12 anos) ...
é um épico, uma saga, mas das duas uma ouo diretor Baz Luhrmann não tinha genero definido ou tenta deliberadamente incorporar vários ...
Gostei do filme! milhôes de ressalvas, mas com muita preguiça de enumerá-las.... só vendo p saber!!


terça-feira, 21 de abril de 2009

EXPOSIÇÃO: Réplicas de Da Vinci

me desculpem, mas tenho que dizer sem querer ser ofensiva ou anti-acadêmica: eu acho Leonardo da Vinci o máximo.....

Fui nesse final de semana a uma exposição de algumas réplicas de suas invenções.... as pessoas olhavam,
eu olhava, lia, estudava cada detalhe. Demorei algumas horas, foi puro prazer, fotografei milhares de ângulos... achei realmente inspirador imaginar a percepção que um gênio tem da realidade, a grandeza de seus intentos. O sorriso da Monalisa... as correntes, os parafusos, os barcos de guerra, a ponte móvel, o homem voador, a bicicleta, ah, o que é aquele sorriso?


postarei as fotos em breve!


Vi há algum tempo um filme sobre Da Vinci que vale a pena:
http://epipoca.uol.com.br/filmes_detalhes.php?idf=14075

como a exposição acabou, bom filme!

FILME: O clube de leitura de Jane Austen






























essa seria uma indicação exclusiva a mulheres, mas melhor evitar unidimensionalidades, Marcuse não me perdoaria....

O quotidiano tem o poder de embotar nossa sensibilidade. Corremos o risco de nos alimentarmos de sensações contaminadas por impurezas da percepção tátil; de nos deixamos seduzir pela visão desprovida da acuidade necessária para enxergarmos o que vemos; corremos o risco de perdermos a capacidade de abstrair os ruídos que colapsam comunicações de todos os tipos e de confundirmos malbec, cabernet salvignon, carmenere. Cheiros e gostos perdem as especificidades, denunciando as fraquesas até mesmo de um sommelier ....

Nessa confusão, que pode acometer a todos, surgem mecanismos interessantes de defesa do mimetismo da pirataria de vinho, de cheiro, de gostos, de textura, de pessoas...

Mas a confusão pode estereotipar, e a estereotipia confundir, ai o circulo é eterno... Pedem-se parâmetros: trocam-se pessoas por bichos, fantasia pela realidade, aventuras por amores, estabilidade por satisfação, solidão por insatisfação....

O CLUBE DE LEITURA DE JANE AUSTEN (2008) explora tudo isso lindamente. Brinca com as palavras e as tramas pessoais de forma absurdamente simples. Talvez isso assegure ao filme um tom de sofisticação nem sempre visto...

Difícil não se identificar com alguma delas,

Eu adorei!!

sábado, 18 de abril de 2009

domingo, 5 de abril de 2009

INDICAÇÃO DE LEITURA: outro artigo MEU!!







Por mais que assuma coisas.... escrevi e já foi publicado mais um artigo sobre Moda no site ttp://www.fashionbubbles.com/, precisaria lapida-lo ainda, mas publiquei!! Na verdade, será interessante para poucos, porque simplesmente relato, de forma didática, parte de um percurso intelectual proposto a uma orientanda do curso de Moda no semestre passado. ah! o assunto?? o kitsch na moda contemporânea.

CULINÁRIA: outro risoto







Na verdade ia fazer uma macarronada ao sugo com um molho italiano que tinha acabado de comprar... mas, mudei de idéia no meio da receita e virou esse risoto, delicioso:
a alquimia ocorreu nessa ordem:
azeite
alho em pasta
carne moida
páprica picante
azeitonas picadas
cebola
sal
suco de laranja
quando o suco estiver quase secando:
arroz próprio para culinária italiana
e água
mais água
um pouco mais de água
para fizalizar, um pouco de creme de leite e muito queijo ralado....

para acompanhar, uma salada de rucula, tomate seco e um vinho tinto cabernet, é perfeito!

eu gostei!!