domingo, 28 de março de 2010

FILMES: Chanel e outras mulheres...

sinto prazer em pensar, escrever, editar, publicar....rever minhas coisas.....mas ando em crise com minhas idéias. estão sonolentas, desorientadas, descaradamente preguiçosas... tenho visto poucos filmes, nao peguei mais nos pincéis, nao fotografei... talvez esteja precisando urgentemente curar a anemia da alma...

vi recentemente COCO ANTES DE CHANEL, que história forte, ainda que muito mal contada por Audrey Tautou. Meu desejo pelo Chanel n 5, por um óculos e uma bolsa me pareceu super, mega pertinente, alimentaria corpo, alma, ego........ é inspirador ver a ascençao de uma mulher ao excludente/seletivo (?) mundo da moda, sobretudo quando seu mundo subjetivo carecia de tudo que pudesse lhe remeter ao cheiro, as texturas, cores e formas que a consagraram....mas, o preço que a mulher VANGUARDISTA paga por nao ser filha do seu tempo, assusta EM QUALQUER TEMPO....

E, em se falando em mulheres, vi JULIE E JULIA.... também, baseado em duas historias... duas mulheres desafiando o tedio do cotidiano, cada uma a seu tempo, a seu modo, insatisfeitas com quaisquer coisas que nos deixam..... uma nos livros outra nas teclas de um pc... as duas seduzidas pelo encantamento de coisas simples que nos fazem felizes....

ANGELA R.

quarta-feira, 24 de março de 2010

sábado, 20 de março de 2010

COMPORTAMENTO: Minhas coisas que são minhas...

Sou partes, apesar da sinergia, há e sempre houve, discrepâncias entre elas...
Metade de mim é razão, a outra também,
ambas arrogantes, pretenciosas e excessivamente contrárias à parcimônias...
Tenho partes altruistas, sofro as dores do mundo, sofro as minhas dores....o
utras partes, sensíveis que são, sentem as dores do não vivido, do não compartilhado, do conflito irresoluto...
Um lado, quer ser grande, madura, crescida, o outro, já cresceu, já amadureceu....
Sinto pedaços de mim, pulsando os segundos da vida, e outros ávidos pelos que virão... Tenho lados carentes, solitários, eternamente insatisfeitos... talvez reflexos de um outro que sabe desconhecer o que quer...
Partes, pedaços, lados...
são diálogos, conflitos, defesas apaixonadas, guerras quase sempre declaradas...
sendo partes, não me completo, não me acabo, nao me reconheço como processo....
estando em partes, busco me completar, me acabar, conhecer a finitude, me descubro a cada instante, me redesenho com o tempo, busco o eterno começo, para não me dar conta dos fins!
deixei de ser partes, agora, me sinto em partes e talvez em paz!

Os conflitos são meus, não teus, sào minhas coisas que são minhas!

Angela R. /noite de aniversário!

quinta-feira, 11 de março de 2010

CINEMA: AVATAR


raramente a unanimidade me seduz.....além disso, homens azuis gigantes com rabos enormes, corpos esguios, ágeis, animais dos mais malucos, aeronaves , mocinhos, bandidos, enfim, muitas eram as razões para nao ver.... mas, fui conferir...e, que SUREPRESA!!!!!!! eu gostei inclusive do enredo....e se fosse me permitir fazer analogias, nao teria leitor que chegaria ao final..........A unanimidade dessa vez está longe da mediocridade, o filme é um arrazo, tem que ser visto em 3 D. EU AMEI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
a fantasia as vezes nos traz de volta a uma realidade bem mais colorida, certamente a academia nao se sentiu tão ä vontade com isso!!!!
ANGELA R.

segunda-feira, 8 de março de 2010

COMPORTAMENTO: 8 de marco


Que dia é hoje?
um dia, eu soube
hoje me foge

Hai-kai de Paulo Leminski

PS. se quiser saber algo sobre hai-kai veja aqui http://www.naoser.hpg.ig.com.br/hai-kai.htm.

sábado, 6 de março de 2010

ARTE: .... e guerra


Independentemente do tipo, da motivação, dos envolvidos. A guerra tira tudo do lugar. E que o mostre Picasso. Recebi esse video por email. Emociona pacíficos e beligerantes...http://www.lena-gieseke.com/guernica/movie.html
ANGELA R.

sexta-feira, 5 de março de 2010

COMPORTAMENTO: o verbo é latir....

não há verbo melhor pra se conjugar no presente....
Angela R.

COMPORTAMENTO: minha mãe esteve aqui...

apenas a distância permite a delícia do encantamento de mãe... poucas coisas fortalecem mais que o amor incondicional, só esse tem o poder de ofuscar falhas, imperfeições incorrigíveis, só esse ascende o holofote certeiro no que se tem de bom!
Angela R.